Valentina do MasterChef Junior e a Demonização da Sexualidade

MasterChef Junior é um Reality Show da Band que estreou na terça-feira (20/10/2015), onde pré-adolescentes de oito anos a adultos de treze anos, de ambos os sexos, participam de uma competição de culinária. Dentre as participantes está Valentina Schulz, uma mulher de doze anos de idade, que vem aprendendo sobre culinária desde os seus dez anos. Conhece a gastronomia de diversos países. De paladar apurado e desenvolvido, a ninfeta chegou ao Reality Show da Band para disputar com outros cozinheiros.

Valentina Schulz

Valentina Schulz do MasterChef Junior 2015: Mulher de 12 anos faz sucesso nas redes sociais e irrita moralistas

Valentina do MChef, a novinha loira de olhos azuis, foi alvo de elogios de admiradores e de brincadeiras de zueiros na Internet, redes sociais, Twitter, Facebook, fóruns etc, como “panela nova que faz comida boa”, “amorzinho”, “gostosa”, dentre outros. Fato comum entre jovens mulheres adolescentes e famosas, como Larissa Manoela Taques Elias SantosChloë Grace Moretz, que têm muito mais fama que Valentina e com infinitamente mais admiradores e zueiros.

Observação: em momento algum apoiei qualquer comentário grosseiro contra Valentina. O presente artigo questiona o puritanismo que tenta infantilizar e assexualizar a fase mais sensual, erótica e sexual da mulher: a adolescência.

Larissa Manoela Taques Elias Santos, ou apenas Larissa Manoela, é atriz, cantora, dubladora e modelo brasileira. A jovem já participou de filmes, dublagens e telenovelas, sendo o seu trabalho de mais destaque a telenovela Carrossel, como Maria Joaquina, a vilã esnobe.

Chloë Grace Moretz, ou apenas Chloë Moretz, é atriz norte-americana, que participou dos filmes The Amityville Horror, Days of Summer, Diary of a Wimpy Kid, Kick-Ass, Let Me In, Hugo e Dark Shadows.

Larissa Manoela e Chloë Moretz

Larissa Manoela Taques Elias Santos (Maria Joaquina) e Chloë Grace Moretz, duas jovens atrizes populares na Internet.

Diante do sucesso da ninfeta cozinheira na telinha, aparecem moralistas odiadores do sexo para falar abobrinhas sobre “sexualização infantil”, “erotização infantil”,”pedofilia”, “assédio” e “estupro”, e fabricarem polêmicas moralistas em cima da garota de olhos azuis, por causa de meros comentários na Internet. Uma grande covardia feita em cima dessa jovem mulher. A quem diga que criaram essa polêmica propositalmente para blogs lucrarem e aumentar a audiência do programa MasterChef Junior, não sendo apenas um caso de histeria de moralistas odiadores do sexo, mas algo orquestrado por pessoas interessadas em ganhar dinheiro e publicidade em cima de polêmicas fabricadas.

O que foi realmente prejudicial para a ninfeta Valentina? Seus admiradores e zoeiros? Que teriam passados despercebidos se não estivessem sido explorados pela mídia? Ou todas as polêmicas que fabricaram em cima dela, com notícias e “textões” moralistas, histéricos e apocalípticos, relacionando seu nome a abusos sexuais?

Toda essa paranoia puritanista de demonizar a sexualidade é exportada dos EUA e países europeus. Para se ter ideia, nos Estados Unidos da América, um menino de apenas nove anos de idade foi acusado de assédio sexual, após dizer a uma menina que seus olhos eram “como diamantes” em uma carta de amor enviada em sala de aula[1]. Coitado desse garoto! Tão novo e passando por uma situação dessa, por gostar de uma menina. Ele não fez nada de errado. Não matou ninguém. Apenas abriu o seu coração numa carta romântica.

A sexofobia estadunidense não é recente, as cruzadas feministas do século XIX correspondiam às campanhas moralistas, puritanistas e sexofóbicas de “pureza social“, sob as quais o feminismo socialista se destacou. Linda Gordon escreveu no “Woman’s body, woman’s right” o seguinte: “Quanto mais perto olhamos, mais difícil é distinguir os grupos de pureza social dos grupos feministas”. De modo geral, as campanhas de pureza social tentaram, por exemplo, impor sua suposta “moral” na sociedade através da força da lei, tal como consolidado nas leis anti-pornografia.

Deixemos o moralismo de lado e adetremos um pouco na Biologia e sexualidade humana. Adolescentes são naturalmente sexualizados (erotizados) e nada tem a ver com pedofilia, a atração sexual primária por quem não atingiu a puberdade (em geral, por pessoas com menos de nove anos de idade). A grande responsável por deixar as adolescentes, como a Valentina, gostosas ou formosas (ou seja, altamente atraente para o sexo) é a puberdade.

A puberdade é grande responsável pela sexualização natural. Deixa os adolescentes naturalmente sexuais. Não se trata de sexualidade infantil, mas sim adulta (a puberdade é responsável pela sexualidade adulta). A puberdade erotiza e sexualiza os jovens visando a reprodução da espécie. Não é à toa que se masturbam, vão atrás de pornografia, ocorrem namoros, casam etc. A “culpa” é da Biologia! Da natureza. Não do fim do mundo

A puberdade feminina começa por volta dos nove anos de idade com o broto mamário, assim a mulher deixa de ser criança (quem não atingiu a puberdade, pré-púbere) e passa a ser adolescente (quem alcançou a puberdade, púbere). Por volta dos 12 anos, a mulher têm a primeira ovulação e ocorre a menarca (primeira menstruação). Tornar-se uma mulher adulta (quem alcançou a capacidade reprodutiva, pós-púbere). Embora a menarca seja um fenômeno tardio dentro do processo puberal, muitos pais percebem, só neste momento, que suas filhas não são mais crianças[2]. Crianças não engravidam!

Sabiamente, o Ministro Marco Aurélio de Mello do STF afirmou, em 1996, “Nos nossos dias, não há crianças, mas moças de doze anos.” sobre o caso do jugalmento do habeas-corpus de absolvição do encanador Márcio Luiz de Carvalho, que manteve relações sexuais com uma mulher de 12 anos. Além do ministro relator, Marco Aurélio de Mello, outros dois, Maurício Corrêa e Francisco Rezek, votaram pela absorvição do encanador.

Absolvição parecida e sábia também deu-se em 2012, a Ministra Maria Thereza de Assis Moura, da 3ª Seção do Superior Tribunal de Justiça, entendeu que a presunção de violência no crime de estupro de vulnerável tem caráter relativo e pode ser afastada diante da realidade concreta, porque o bem jurídico tutelado é a liberdade sexual.  A ministra afirmou: “Não se pode considerar crime fato que não tenha violado, verdadeiramente, o bem jurídico tutelado — a liberdade sexual.

Guilherme de Souza Nucci e Estupro de Vulnerável

“Ambos devem cuidar de seu filho, em liberdade, namorando ainda, e trabalhando para sustentar o fruto do seu amor. Jamais estupro. Simplesmente amor.” Guilherme Nucci

Belo posicionamento do Dr. Guilherme Nucci, importante jurista brasileiro. Teve lucidez e bom senso, que infelizmente, a bancada evangélica, ou cristã, do Congresso não tem. O desembargador, sim, defendeu uma familia, defendeu uma criança no ventre de sua mãe! Não a bancada, que se diz cristã no Congresso, que criminaliza o amor, criminaliza famílias – ao barrar a redução da idade de consentimento para 12 anos, definida no PLS 236/2012 (artigos 186, 187 e 188 [3]).

Hit “Take Me in Your Arms” (conhecida no Brasil pelo Funk Melody Melô da Princezinha) do primeiro álbum de estúdio chamado “Love Can’t Wait” (data de lançamento: 1991) de Suzanne Casale Melone, mais conhecida por Lil Suzy (Nova York, 1 de março de 1979), uma cantora e compositora que foi muito influente no freestyle, no inicio dos anos 90. Música romântica gravada quando ela tinha 12 anos. O clipe (videoclipe) simboliza um casal apaixonado e seus filhos (as crianças que aparecem):

Uma mulher de 12 anos, que está na idade até de ter filhos, claro que vai atiçar o desejo sexual dos homens. Logo, a fêmea precisa ser sexualmente atraente para poder atrair o macho e assim ser fecundada por ele para gerar a prole. Não é novidade que historicamente mulheres casavam por volta dos 12 anos de idade. O casamento sempre foi uma forma de organizar os relacionamentos amorosos e dar segurança jurídica à família que se forma.

Isso é tão óbvio, mas o moralismo de certas pessoas, que parecem odiar sexo, não enxega o elementar. Esse pessoal só sabe demonizar a sexualidade e as maiores vítimas são os adolescentes. Infelizmente, o blog já recebeu mensagens de rapazes de catorze anos se considerando pedófilos por se sentirem atraídos por mulheres de doze anos, para se ter idéia de até onde vai a neurose sexual.

A feminista e ex-prostituta Lola Benvenutti, de 23 anos, perdeu sua virgindade, quando era uma novinha de 11 anos de idade, com um homem de 30 anos. Será que ela foi uma incapaz de consentir sexo aos 11 anos de idade? Claro que não. Ela mesma confirma que não era incapaz coisa nenhuma, que foi fazer sexo por vontade e ainda ficou querendo mais, porque o seu parceiro sexual, de 30 anos de idade, não deu conta de recado de apagar o fogo da jovem moça.

A ninfeta Lola Benvenutti não via a hora de perder a virgindade, planejou o momento e chamou para fazer o “serviço” o homem em questão. Não é nenhuma novidade que ela tenha feito sexo às escondidas, como a maioria das jovens mulheres fazem. Qual adolescente anda avisando que vai dar o seu primeiro beijo ou vai ter a sua primeira transa?

A jovem adolescente nem precisaria de alguém maior de 18 para fazer sexo com ela. Qualquer rapaz adolescente saudável tem libido e desejo de sobra para isso, mas a moçoila de 11 anos queria um homem mais experiente e longe do seu convívio social, para que ele não se gabasse entre os conhecidos dela. Jovem esperta, ela queria sigilo e discrição. Bruna Marquezine também perdeu a virgindade aos 11 anos de idade[4]

Lamentavelmente, Lola sofre preconceito por ser uma mulher empoderada de agência e de atitude, por fazer o que deseja e não bancar a coitadinha. Ela sofre preconceito de pessoas moralistas e machistas que dizem que ela foi estuprada por ter feito sexo abaixo da idade de consentimento sexual, como se leis fossem perfeitas e definissem seres humanos.

É uma tremenda irresponsabilidade demonizar e criminalizar a sexualidade. É violência querer implantar, na mente de uma mulher, que um ato consentido foi estupro, por causa de uma mera definição legal, fruto do conservadorismo retrógrado e anticristão. Estupro é sexo à força sem consentimento. Se tem consentimento, não é estupro, mesmo que a lei diga o contrário, afinal no papel cabe tudo. Negros já foram considerados sub-humanos, pessoas já foram perseguidas e oprimidas de tudo que é jeito por causa de leis. Leis injustas e opressoras não é novidade da modernidade.

Uma fã de 12 anos inspirou a música “Nosso Sonho” da dupla de funk Claudinho & Buchecha (formada pelos cantores Claudio Rodrigues de Mattos e Claucirlei Jovêncio de Sousa):

Luiz Gonzaga – O xote das meninas (Mandacaru quando fulora na seca – 1953):

Ela só quer, só pensa em namorar…

Garota revoltada por não ter namorado: “Todo mundo tem namorado menos eu”

Alexandre, pai da Valentina, e demais familiares. Relaxem! Vocês já foram adolescentes, sabem que a sexualidade aflorar é normal. Não deixem que medos, inseguranças e a histeria dos moralistas abalem vocês e atrapalhem a vida da jovem. Larissa Manoela e Chloë Moretz têm, de maneira infinita, muito mais admiradores e fâs, e são muito mais alvos de comentários deselegantes e nem por isso deixam de seguir as suas carreiras no cinema e na televisão.

Os terroristas do moralismo moderno se aproveitam dos medos e inseguranças das pessoas, para promoverem o ódio, a intolerância, a histeria e os preconceitos etário, racial, étnico, social e contra nordestinos.

Casais vítimas do preconceito etário:

Filho do dono da Friboi

Suposto herdeiro da Friboi, rapaz de 13 anos, e sua namorada de 27. Ele seria mesmo filho de proprietário da Friboi ou apenas seria uma analogia à beleza da mulher? A história viralizou em 2014. A Friboi é uma marca de carnes da JBS S.A.

Lu Bernardi e Ronald Nazário de Lima

Lu Bernardi, 27 anos, e Ronald, 14 anos, filho do ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário (Ronaldo Fenômeno ou Ronaldinho) e da modelo e ex-futebolista Milene Domingues (Ronaldinha).

Caetano Emanuel Viana Teles Veloso e Paula Mafra Lavigne

Caetano Emanuel Viana Teles Veloso, 40 anos, e Paula Mafra Lavigne, 13 anos. Paula perdeu sua virgindade aos 13 anos com Caetano.

Angelica, aos 14 anos de idade, namorou Cesar Filho

Angélica, aos 14 anos, começou a namorar César Filho, de 28 anos.
Angélica se tornou apresentadora de TV aos 12 anos. Aos 14 anos, fez sucesso com a canção Vou de Táxi.

Kelly Key com o seu namorado Latino

Kelly Key, aos 13 anos de idade, começou a namorar Latino de 23.

Daniela Sarahyba, de 14 anos, com o seu namorado, Marcio Garcia, de 28 anos, em 1998

Na foto de 1998, Daniela Sarahyba, aos 14 anos de idade, está com o seu namorado, o ator Marcio Garcia, de 28 anos. O relacionamento amoroso durou 2 anos.
Daniela Sarahyba ingressou na carreira de modelo aos 12 anos de idade, e aos 17 anos, comprou o seu primeiro apartamento.

Marcelo Camelo e Mallu Magalhaes

Marcelo Camelo e Mallu Magalhaes

Marina Conceição Moschen e Daniel Nigri

O namoro começou quando ela tinha 15 e ele 34. Casal sofre preconceito etário por ele ser 19 anos mais velho que ela.

Casal vítima de preconceito etário no Facebook

Brayan Rhevan e Jhenny Rhevan, casal vítima de preconceito inter-etário no Facebook

Casal Edinho Silva e Fanii Godoi

Edinho Silva, 35 anos, e Fanii Godoi, 12 anos, vítimas de preconceito etário no Yahoo! Respostas

Laercio de Moura

Laercio de Moura, participante da 16ª edição do Reality show Big Brother Brasil, perseguido por feministas etaristas, machistas, misândricas e misóginas.

José e Maria, a mãe de Jesus Cristo

José, 90 anos, e Maria, 12 anos, a mãe de Jesus Cristo. Se até o casal sagrado do cristianismo não é respeitado por seus seguidores cristãos, quem poderia ser?

Aulas básicas sobre Biologia:

Ensino Médio Telecurso: https://www.youtube.com/watch?v=ifhBMyw3big

Prof. Paulo Jubilut: https://www.youtube.com/watch?v=oLtKGtyhgbw

Ótimos vídeos do especialista em reprodução humana Dr. Elsimar Coutinho: https://www.youtube.com/user/ElsimarCoutinho/videos

[1]https://br.noticias.yahoo.com/blogs/super-incrível/garoto-de-nove-anos-é-acusado-de-assédio-moral-após-enviar-carta-de-amor-175017093.html
[2]http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0004-27302000000300003&script=sci_arttext&tlng=es
[3]http://www.senado.leg.br/atividade/rotinas/materia/getPDF.asp?t=111516&tp=1
[4] Bruna Marquezine: “perdi a virgindade aos 11 anos” -http://www.diarioonline.com.br/entretenimento/fama/noticia-403142-marquezine-perdi-a-virgindade-aos-11-anos.html visto em 31/03/2017

Anúncios

18 respostas em “Valentina do MasterChef Junior e a Demonização da Sexualidade

  1. Ate agora não entendi ela falou alguma coisa ou “pessoas rede sociais falaram algo” cada reportagem que eu leio é uma coisa diferente

  2. O tempo faz mudanças nos hábitos e conceitos nas pessoas, e sem querer polemizar com ninguém, deixo aqui uma informação de como eram essas relações há algum tempo atrás: tanto a minha avó, quanto a minha sogra, se casaram com 12 anos e tiveram seu primeiro filho aos 13…..

  3. O Brasil está cada vez mais mimimi como sempre digo… se preocupando em criticar coisas bobas, não entender outras tantas deixando de lado o essencial… o que devem se preocupar na verdade…

  4. Curioso que seu discurso é todo baseado em biologia, você se considera um monte de órgãos agrupados, e só?
    O aparelho reprodutor de uma garota de 12 anos pode estar desenvolvido, isso significa que ela deva engravidar, casar (como fizeram com nossas avós?) ou exercer ativamente sua sexualidade? Isso significa que ela tem maturidade, (não física, pq acredito que uma pessoa não se resume a um monte de órgãos) emocional pra lidar com assédios de homens pelas redes sociais, ou de negociar o uso de preservativo com um homem mais velho, por exemplo?
    Nem eu nem você temos essa resposta, pois cada caso é singular(uma pessoa com 12 anos pode ainda estar na fase de achar que “os meninos são todos chatos” ou, ao contrário, saber muito sobre sexo, mais até do que muita gente), é algo que cabe à ela juntamente com sua família. E é aqui que a gente espera que as famílias consigam falar abertamente sobre sexualidade com suas/seus filhxs.
    Então a questão aqui é problematizar: se ela estabelecer uma relação com um garoto ou garota de sua idade, será diferente caso essa relação seja com uma pessoa mais velha? Porque a pedofilia passa por relações de poder. De uso de poder de um adulto sobre uma criança, sobre um(a) adolescente, questões de âmbito cultural, social e não meramente biológico.

    • Somos Biologia!
      As respostas das suas perguntas valem um artigo.
      Sobre engravidar, muitas jovens mulheres engravidam e, infelizmente, de ficantes ou namorados de momento. Se estivessem casadas não haveria tanta mãe solteira.
      A infatilização de uma mulher de 12 anos é que dificulta as famílias falarem abertamente sobre sexualidade com seus filhos (e também a assistência à saúde, como no caso da vacina contra o HPV). Muitos pais não aceitam que os filhos cresceram, que bonecas não são tão legais como antes. O medo do mundo e o excesso de machismo de muitos pais infantilizam a mulher, que acaba indo exercer a sua sexualidade na clandestinidade.
      Pedofilia não tem nada a ver com relação de poder. Leia o artigo Pedofilia

    • Gente, o texto em nenhum momento falou de aspectos sócias pelos quais hoje esta menina está enserida falou das questões biológicas que afloram nossos instintos, nosso corpo não quer saber se somos novas socialmente ou se estamos estudando, ou até mesmo se certas coisas estão em nossos planos, independente de qualquer coisa nosso organismo sempre funcionará da mesma maneira e nossos instintos também… Excelente artigo

  5. Artigo excelente! Simples e direto. Parabéns!
    Chega de machismo moralista controlando nossos corpos. A mídia machista, como a Carta Capital, só sabe criar polêmicas com nossa sexualidade. Por que não fazem matéria sobre o Eduardo sendo assediado? Ou sobre a Xuxa que fez filme erótico com menino de 9 anos?

    • Na vdd a mídia não é machista, ela é feminista e esquerdista, tanto que quando o Eduardo foi assediado ninguém deu um piu, mas se fosse uma menina assediada, todo mundo iria queimar pneus na rua, e destruir edifícios públicos, quando é homem, a mídia expõe e critica, quando é mulher, a mídia esconde e trata como algo normal e engraçado!

  6. Sem falso moralismo. Mas uma garota com 12 anos de idade, deve mesmo se comprometer em estudar. E deixar a mídia p qdo alcançar uma idade cabível com o seu histórico intermediário.

  7. A sexualidade aflorar é de fato normal. O que não pode ser naturalizada é a violência e os comentários em geral além de machistas são cheios de misoginia e ódio em geral. Ela não está exercendo a sexualidade ela está sendo sexualizada. Qualquer forma de violência contra a mulher não pode ser naturalizada isso nada tem a ver com sexo…

  8. Parece-me fora de questão que há coisa mais importante para uma menina de doze anos fazer do que sexo, já que ela pode ser mãe nessa idade, mas não tem meios de manter uma família e necessariamente deverá ocupar seu tempo na juventude preparando-se para a vida: estudando, praticando alguma atividade física para manter a saúde, etc. Daí a considerar pedofilia o sexo com uma menor de treze ou doze, como é visto pelo Código Pena Brasileiro (e pelos hipócritas), vai uma distância muito grande.

  9. A puberdade e sexualidade surgem de modos diferentes para o sexo feminino e masculino. Enquanto para as meninas ocorre um crescimento rápido e curto, para os meninos o crescimento é lento e prolongado. É por isso que geralmente as meninas desenvolvem-se fisicamente e mentalmente mais cedo e mais rápido que os meninos.

  10. Olha infelizmente o brasileiro não tem o que fazer é cultural vê sexo em tudo desde muito cedo!!!
    Desnecessário tanta polêmica em uma menina que mesmo tendo 12 anos e fazendo algo incomum na TV brasileira que não está acostumada com esse tipo de programa cause tanto reboliço !!
    Vão estudar e ler mais se informar e parar de ver sacanagem aonde não tem, É por isso que estão de mal a pior
    Povo sem cultura e educação ,gente gossa e pervertida ainda por cima hipócritas

  11. Excelente texto, realmente a sociedade alienada que não sabe o que é pedofilia está cada vez mais insuportável com todo esse mimimi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s